16:00h • 14 de Novembro de 2018
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

APMP recebe os novos Promotores Substitutos

Diretoria dá boas-vindas a oito novos associados

18/05/2018

A Diretoria da APMP recebeu no final da tarde de segunda-feira, 14 de maio, oito novos promotores substitutos: Amanda GehrBruno Figueiredo Cachoeira DantasJanaina de Almeida CoimbraMariana Silveira Silviano do Prado MunizMateus Alves da RochaRafael PereiraTânia Regina Pinho de Araújo Abreu e Vinicius Henriques de Resende. Os novos membros do MPPR foram aprovados no último concurso público realizado pela instituição, que teve seu resultado homologado em novembro de 2017 pelo Conselho Superior do Ministério Público. Com 3.094 candidatos inscritos, o certame teve 47 candidatos aprovados ao cargo de promotor substituto.

Os recém-empossados foram recepcionados na sede administrativa pelo Presidente da Associação, Cláudio Franco Felix, e pelos diretores Fernando da Silva Mattos - 1º Secretário,  Nayani Kelly Garcia - Diretora de Mulheres Associadas, Melissa Cachoni Rodrigues - Diretora de Aposentados e Pensionistas, Régis Rogério Vicente Sartori - Diretor de Apoio aos Grupos de Estudos, e pelo Diretor de Planejamento da PROMED, José Américo Penteado de Carvalho. Durante a reunião foram apresentados os serviços da APMP, Mútua e PROMED e os novos promotores se filiaram à entidade de classe. 

A solenidade de posse ocorreu na manhã do mesmo dia (14), no auditório da sede do MPPR. O orador da APMP Luiz Chemim Guimarães, procurador de Justiça aposentado, representando o presidente da APMP, fez um breve resgate histórico da construção da imagem institucional. “O texto constitucional de 1988 foi conseguido a duras penas e a autonomia alcançada pelo Ministério Público – financeira, administrativa e funcional –, foi trabalho de muita gente. Não foi fácil, mas conseguimos e hoje somos uma instituição independente e por isso respeitada perante a sociedade”. Ressaltou a importância do comprometimento do membro do Ministério Público com a população: “O promotor de Justiça não tem expediente, ele trabalha 24 horas por dia se for necessário. O público é o nosso cliente, nós somos advogados do povo e, consequentemente, temos que estar à disposição dele. Honrem a instituição que os está recebendo”.

A APMP dá boas-vindas aos recém-empossados e deseja sucesso na atuação como promotores de Justiça. Cláudio Fraco Felix ressaltou que a Associação sempre estará de portas abertas para atender as demandas dos novos associados. 

 

 

Com informações: MPPR