07:07h • 20 de Julho de 2018
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

Presidente da APMP prestigia posse do procurador-geral do MPjTC

Berti é reconduzido para o comando do Ministério Público de Contas

13/04/2018

Na tarde desta quinta-feira, 12 de abril, o presidente da APMP, Cláudio Franco Felix, prestigiou a posse do procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Flávio de Azambuja Berti. A cerimônia ocorreu durante sessão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), em Curitiba. Flávio de Azambuja Berti foi reconduzido ao cargo, que ocupa desde março de 2016, para o mandato de mais dois anos (biênio 2018-2019).

Além de Berti, compuseram a mesa da solenidade de posse a governadora do Estado do Paraná, Cida Borghetti; o presidente do TCE-PR, conselheiro Durval Amaral, que presidiu a cerimônia; o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior, representando o Ministério Público Estadual e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil-Seção Paraná (OAB/PR), José Augusto Araújo de Noronha.

Em breve discurso, Berti disse que "a grave situação do país é fruto da falta de efetividade dos órgãos de controle externo, inclusive do órgão ao qual pertenço", cobrando uma atuação mais efetiva de todos. Também fez um rápido balanço dos avanços obtidos nos dois anos da sua gestão à frente do MPC, como a criação do Núcleo de Inteligência e o desenvolvimento de projetos específicos na área da Educação.

O presidente do Tribunal de Contas, Durval Amaral, em sua fala, destacou a importância dos órgãos de controle externo oferecerem respostas mais ágeis e adequadas aos cidadãos, enfatizando que os Tribunais de Contas e o Ministério Público, juntamente com as demais instituições, podem ser protagonistas nas mudanças exigidas para a gestão da administração pública.

Cláudio Franco Felix ao final da solenidade parabenizou o empossado e em nome da Associação Paranaense do Ministério Público desejou os votos de uma gestão profícua e coroada de êxito.

Sobre o procurador-geral

Flávio Berti é procurador do MPC desde janeiro de 2003. Antes disso foi advogado, procurador da União e procurador da Fazenda Nacional. Integrou o Conselho Superior do MPC no ano de 2012 e também exerce a docência. Formado pela Faculdade de Direito de Curitiba e pela UFPR (Administração), é especialista (PUC/PR; UFSC), mestre (UFSC) e doutor (UFPR) em Direito.

 

 

Com informações: TCE/PR

Fotos: TCE/PR